Rafael, Michelangelo e vários outros pintores tentaram retratar o rosto de Deus. Foram infelizes. Como mostrar na tela quem nunca foi visto? Nem Moisés conseguiu vê-lo!

Muitos artistas procuram esboçar o que imaginam ser o rosto de Deus.

Não precisamos muito para encontrar Deus. Basta um coração de carne e humano! Seu rosto? Igual o de Jesus! O de Jesus? Igual ao seu vizinho, ao seu próximo!

Como o identificamos?

Quando somos compreendidos sem julgamento, com amor e carinho.

Quando somos exortados a abandonar o pecado em prol de nossa salvação e benefício ao reino.

Quando vemos o combate incansável daqueles que lutam contra a fome, a proliferação da corrupção e continuação das guerras.

Quando somos capazes de perdoar, se perdoar e oferecer a outra face!

Quando a tempestade vem, os ventos abalam, mas Sua voz continua mansa e seu rosto amável…

Quando temos coragem de olhar no espelho ao fim do dia, e ter a certeza que tratamos nosso próximo com dignidade e hombridade.

Quando por amor a Cristo, conseguimos emitir uma perspectiva de esperança aos desolados e inquietos…

Quando mesmo não podendo, ajudamos, sem esperar nada em troca. Compreendendo que quando estamos fracos é que somos fortes, pois o poder Dele se aperfeiçoa na nossa fraqueza (Apóstolo Paulo).

Quando em meio a uma festa, conseguimos identificar os doentes.

Quando contribuímos para a diminuição de lágrimas de uma criança – “…deixai os pequeninos virem a mim, pois deles é o reino dos céus…”

Quando conseguimos identificar os desprezíveis e os marginalizados por uma sociedade desigual. E a eles, oferecer-lhes uma nova chance, outra forma de viver.

Quando vemos a solidariedade entre os viventes! Reconstrução do Haiti, recomeço de cidades castigadas pela chuva, evangelho propagado em todas as nações!

Quando voltamos a ser criança e desaprendemos a comparar os bens do próximo com os nosso. Criança pode morar em caixa de fósforo e ser feliz, pois consegue lidar com o que tem nas mãos. A inveja nasce da comparação e do desejo de ter o que o outro adquiriu! Neste cenário, não é possível ver a face do Pai!

Quando fazemos o mais fácil sem medo! Quando conseguimos contemplar o céu estrelado, a lua sorrindo e sol pairando sobre o horizonte inalcançável!

Quando conseguimos nos alegrar com a alegria do outro e chorar com ele, quando houver sofrimento.

Quando nos tornarmos manso e humilde de coração…

Quando conseguirmos identificar em cada olhar o segredo, que sorri para nós…

Que Deus lhe abençoe…………e não retire de mim, o Teu rosto!