Considerando a rápida passagem de vida por esta terra, me dei conta o quanto desperdiçamos tempo e energia com coisas desnecessárias: uma briga que não precisava, uma ofensa que talvez nunca seja perdoada, uma palavra que suscitara morte e não vida!

Mediante tanta indagação, a tanto sofrimento causado por injustiça, quase perco a esperança! Assusto-me, me surpreendo ao olhar ao redor e parecer que não há saída…

Mas saída do que? Pra que?

Que alimento nos movera um pouco mais… nos fará andar em direção ao incerto?

Descentralizo o olhar de meu umbigo, e então compreendo que o que não existe, pode ser fundamental para nossa ajuda! Os sonhos por exemplos… não existem! No entanto, são com eles que quem não tem mais esperança se alimenta!

Assim dizia Mario Quintana: “Se as estrelas são inatingíveis, isso não è motivo para não quere-las…Que tristes os caminhos se não fora a mágica presença das estrelas…”

Tem coisas que somente quem caminha a noite, pode ver…

Para que esperança? Para dar alegria aos tristes, aos que perderam o encanto pela beleza da vida!

Parafraseando Ezequiel: “ poetiza à vida: vem dos quatro ventos e assopra sobre esses mortos para que vivam”.

Poesia, sopro de vida, vento, chuva, noite, dia… dádivas! Olhar de criança, leveza no ser. Palavras pensadas! Silencio quebrado? Somente se a fala for melhor que o silencio! Do mais… quieto…

Não deixe o tempo roubar aquilo que amamos! O tempo è um monstro que rouba sem dò… e se roubar o que nos restará? Saudades! Como diria Rubem Alves: “saudade è a presença da ausência das coisas que amamos e nos foram roubadas”.

Eis ai uma das funções do Pai: nos curar da saudade!

Sugestoes para encontrar esperança?

Ora: o Deus de esperança vos encha de todo o gozo e paz em crença, para que abundeis em esperança pela virtude do Espírito Santo. Romanos 15:13

E muita poesia… “a poesia, a mais humilde, è serva da esperança”. Adèlia Prado.

Assim, entendo que mesmo em um mundo caído, podemos encontrar o paraíso dentro dos olhos! O agravante, è que nossos olhos parecem ter perdido a visão e nossa boca, o jubilo!

Deus lhe abençoe……………….. e nos de força para não continuarmos fazendo do paraíso, um inferno.